Conhecereis a Verdade

“E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertara” (João 8:32)

Esta passagem do novo testamento nos traz um assunto para uma profunda reflexão.

O que é a Verdade?

Esta pergunta tem desafiado muitos filósofos e estudiosos de várias áreas desde a antiguidade até os dias de hoje.

A sua definição começa com um grande problema: O que é a verdade?

Os próprios filósofos se debatiam sobre este problema e para resumir cada um achou um conceito próprio que definia a sua opinião sobre o assunto.

Desta forma a definição do “problema” muda conforme visão humana, do sentido de fidelidade, na sinceridade dos atos, nas palavras escritas ou faladas e no caráter e cultura do autor.

E o que esta situação tem a ver com a passagem citada acima?

Primeiramente devemos compreender que a veracidade humana é diferente da divina.

A humana pode ter vários entendimentos sobre um fato, inclusive pode ser uma mentira repetida diversas vezes.

De tanto uma mentira ser repetida, acabamos aceitando-a como verdade, afinal todos falam dela como uma certeza absoluta.

A veracidade divina não tem este problema de definição, ela é eterna e significativa, não se prende a padrões humanos.

É fato concreto, harmonioso e real.

Não muda com o tempo, nem com a cultura do momento.

É simples, vai direto ao ponto, sem subterfúgios.

Para conhecer e aprender esta verdade, devemos ler e estudar as sagradas escrituras.

Meditar sobre as passagens descritas, procurando compreender o sentido cultural empregado nos escritos.

É um pouco trabalhoso, mas a recompensa é grande.

Quanto mais aprendemos e refletimos sobre a Bíblia mais queremos aprender.

E cada vez mais estaremos chegando a conclusão do fato descrito em João 8:32, quando o Senhor Jesus disse que quando conhecermos a verdade, ela nos libertará.

Ore, estude e lute por sua liberdade, ela não tem preço.

Confiar em Deus, ontem, hoje e sempre!

Compartilhe esta mensagem com os seus amigos!

Deixe um comentário

Pin It on Pinterest